segunda-feira, 5 de junho de 2017




 PAINEL BIBLIOTECONOMIA EM SC: 

SAINDO DA ZONA DE CONFORTO


                O Painel Biblioteconomia em SC é um evento fortalecido ano após ano para congregar profissionais da área e nos últimos anos tem buscado parceria com outros profissões a arquivologia e da museologia. 
               Em 2014 quando iniciamos uma nova gestão, após a saída de nosso querido José Paulo Speck, contávamos com um bom troco no banco por conta da gestão passada e nos "aventuramos", propondo uma grande virada na Associação Catarinense de Bibliotecários (ACB),   após 31 anos  realizando o evento em  Florianópolis.eliminar a zona de conforto e percorrer o Estado,
        Um longa jornada de 4 anos com muita integração, discussão, empenho, programação, dedicação e tudo isso com a simples vontade de dar certo, de mudar o formato, divulgar cada vez mais a Associação, ir onde as pessoas estavam e assim começou nossa jornada:

LAGES/2014... Ahhh a Serra...

Iniciamos com o 32º Painel na Serra Catarinense com a coordenação da Camila Koerich Burin que já fazia um ótimo trabalho de coordenação regional dentro da ACB  e sua equipe serrana, a UNIPLAC foi nossa parceira




            
JOINVILLE/2015... olha o Norte de SC

Quando a ideia foi plantada não imaginávamos que iniciaríamos ali um ciclo, não só da vontade daquela diretoria, mas instigávamos um desejo de outros em levar o Painel para suas cidades. Então  Ana Caroline Remor brilhou seus olhos e disse ... "vamos para Joinville", encontramos como parceira a Escola Técnica CEDUP e assim fizemos







CRICIÚMA/2016... Sim, chegamos no Sul ao Estado

Em 2016 nova mudança de gestão... tudo bem trocou só algumas "figurinhas", mas os anseios continuavam aflorados e conseguimos manter os sonhos... Ainda em 2015 uma amiga me perguntou "Kátia o que é preciso para levar o Painel para o Sul?", sim já estávamos sendo procurados e eu respondi, muito feliz porque já conhecia o trabalho desta amiga "Um coordenador e um local que não seja pago" ela respondeu "Temos os dois" e ai partimos para mais uma aventura...
Florou a ideia de ir para o Sul, com o convite da competente Vânia Medeiros Ribeiro, sua equipe e um local lindo que foi a SATC, partimos em direção a Criciúma...

https://34painelbiblioteconomia.wordpress.com/



CHAPECÓ/2017 ... Fechando o ciclo no Oeste do Estado.

Realmente o universo foi conspirando em favor da ACB, sim lá em Criciúma (2016) uma galerinha linda da Unochapecó veio participar de nosso evento, curtiram o formato, a estrutura, a organização e nos convidaram para irmos a Chapecó, tudo muito  articulado, muito bem planejado e agora em tempo recorde... 6 meses e enfim o ciclo termina, Para fechar com chave de ouro fomos agraciados por Orestes Trevisol Neto como Coordenador e sua equipe competente que tanto nos orgulhou de estarmos em Chapecó.





Em 2017 teremos novas eleições, se ficaremos, não sei.
Mas é bom saber que apesar de muito sacrifício, muitos nãos (esse povo do patrocínio é duro viu), mas tivemos parcerias importantes., algumas saídas de integrantes, valeu a pena cada elogio, cada permanência de associado, assim como aquele novo associado que vem por conta do nosso trabalho... Valeu a pena o esforço porque os resultados foram muito positivos, fechamos parcerias, alianças, levamos o nome da ACB para outros Estados e até para fora do país (sim tivemos hermanos da Argentina em 2015). Cada vez mais fortalecemos o trabalho da REVISTA ACB smpre com o espaço para a apresentação dos trabalhos e agradecemos o grande empenho do EVANDRO JAIR DUARTE e sua equipe editorial, tudo é feito em muitas mãos ... e sem salário (os políticos tem muito que aprender com a gente), é amor mesmo: pela profissão, pelo associativismo, pelo coletivo e claro todo nosso trabalho é para a sociedade.  



Para 2018?
Já temos alguns convites ... Cidades litorâneas estão de olho em nós...

QUER CONHECER A ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE BIBLIOTECÁRIOS (ACB)?
Entra no site https://www.acbsc.org.br/
Temos o PAINEL e muito mais... 
Vem com a  gente.



E então...
Terminamos...
           Será?

Muitos registros... 


Reunião na Sede 



                                                 

                                               Novos Associados
                                            Reunião e Confraternização de Final de Ano


                                               Confraternização de Final de Ano



                                               Equipe 2017


                                          Parte Equipe 2015





Equipe 2014 



                                           Reunião com cafezinho
                       Equipe 2016


              

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Que BRASIL é esse?



                               Começar a escrever citando Renato Russo é bem propício para o que vem acontecendo em nosso país, "mas o Brasil vai ficar rico, vamos faturar um milhão, quando vendermos todas as almas dos nossos indios em um leilão",,,
Quando falo que a direita quer privatizar  tudo, as pessoas acham exagero, as pessoas me acham radical, mas vocẽ ainda não percebeu que esta nova política para a previdência, lançando um novo regime é uma privatização é maqueada? Sim, todo mundo "fodido", principalmente os que tem menos de 45 anos,
E qual é a maquiagem falsificada?
                              Sou jovem, talvez nunca me aposente pela previdência do governo, faço uma previdência privada em um banco qualquer (olha isso produção), e ponto... Quem ganha com isso? Eu, vocês? Não, quem ganha é o banco que ganha, que está ali de prontidão esperando o sucateamente do serviço público para a bocanhar
                         Outra coisa muito estranha, não se mexe com militares, polícia e bombeiro, Como assim? São melhores que nós? trabalham mais que o povo da educação ou da saúde? São mais capacitados? Não não queridos, a tia vai explicar, eles são a "força bruta",  você protesta, o governo cai de pau nos protestos, militares  atacam, bombeiros (respeito demais bombeiros) limpam os estragos e todos se calam...Básico assim, como militares e outros segmentos estarão contra o governo, se o governo "protege" estes segmentos da sociedade?
                            E os políticos? Por que antes de fazer qualquer reforma na previdência, não fazem um estudo de consciência para verificar o por que de tanta corrupção e roubalheira? Porque não fazer a reforma política antes de mexer no dinheiro, aposentadoria e direitos do trabalhador?
                                        Pensemos minha gente, pensemos?                                                                                                                                                                  
                                                          

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Para que vale o seu 10?

       
PARA QUE VALE O SEU 10?



        Ontem foi dia de receber mais um certificado, sim agora sou especialista, após longo período de estudo, encontros, provas  e o temido trabalho de conclusão recebi o documento tão aguardado. 
      A escrita não é meu forte, penso que sou o pavor dos professores doutores que enchem as academias, nem sei se rio ou se choro, na graduação ouvi da orientadora "você tem um jeito próprio de escrever",  acabei no final me esvaindo em choro, não é que na especialização, em outra universidade, a  orientadora disse quase as mesmas palavras. Pensei que havia superado o "trauma" de 2008, mas fiquei triste e apesar de muitas notas boas durante o curso, a conclusão foi novamente um momento de pensar.
       Talvez a chegada tardia a universidade tenha sido um dos pontos negativos da falta de "competência" para tirar um dez, sim porque em nenhum dos dois trabalhos minha nota ultrapassou aquele número arredondado que é o oito. A falta de leitura técnica e específica em demasia pode ser uma outra justificativa para não completar uma nota máxima. Há um distanciamento claro dos alunos que seguem um formato acadêmico e   pesquisador, daqueles que acabam mergulhando na prática de suas áreas. Os práticos pouco darão importância as convenções acadêmicas a não ser que seja extremamente necessário, mesmo concordando que a teoria é importante e também um caminho para a prática. 
       A rigidez da escrita acadêmica é outro ponto que me intriga, as vezes pesquisamos um assunto que na prática estamos cansados de constatar, mas precisamos daquelas longas citações, dos muitos autores falando as mesmas coisas com escritas diferentes, porque tinham que publicar ou então para que aquele assunto pertinente não morra ou tenha que ser lembrado e renovado.
     Os critérios acadêmicos para uma nota provavelmente são a relevância  daquele assunto para a universidade, para a sociedade, mas principalmente para o professor que vai  orientar, sim porque  ouço muitos colegas escrevendo, não o que eles querem de fato, mas o que este ou aquele orientador vai aceitar como pesquisa, a escrita, o tipo de pesquisa.
      Bem, passado o novo "trauma" da falta de nota "exemplar", fiquei lembrando que sempre disse a minhas filhas "não há necessidade de um dez, precisam da nota para passar, o mais importante é aprender". Elas tem levado este conselho a sério, são questionadoras, inteligentes, com opiniões criticas formadas ( sempre se formando), dentro e fora de sala de aula, penso que pelos meus "traumas" acabei não colocando em prática meu discurso.
      Mas de verdade para que serve a nota dez? Por que a ânsia de tê-la no currículo? O que você aprendeu com esta nota? Aonde sua pesquisa será utilizada?
     Penso que estes questionamentos devem ser feitos pelos pesquisadores principalmente aqueles que mergulham nos longos mestrados e doutorados. Seu dez será para preencher o Lattes,  para progressão, para ficar na estante, no software da Biblioteca ou ele conseguirá ser utilizado em algum momento pela sociedade? 
 


     

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

FINALIZANDO 2014



            Desde que cheguei em Brusque e me envolvi com a Fundação Cultural e não só com a Biblioteca, porque somos um todo, divulgo as atividades e produção final dos professores e alunos maravilhosos que trilham o ano inteiro nosso caminho. Este ano não foi diferente, são tantas pessoas unidas pela cultura de uma cidade que fico sempre emocionada, este ano finalizaremos em duas etapas, dividindo a música e capoeira e depois a dança e o teatro e nos dois dias exposição do artesanato e artes visuais.  As apresentações foram ótimas, professores engajados no trabalho, dispostos a ensinar compartilhando seus conhecimentos. 

      


Muita coisa linda nas aulas da Cristiane Souza 







Izabel, Chodi e Vânia



Lindos desenhos do Sérgio

As telas dos alunos da Denise sempre surpreendem




Este presépio está maravilhoso... tudo feito a mão 


Este ano tivemos até fotografia com o Alisson Cardoso

Louise, Samuel ainda temos o Guilherme, Fernando, Adriano e Gustavo, professores engajados na música.


Professor Guilherme



Camará Capoeira




Os bastidores










E o público compareceu





 UM FELIZ NATAL A TODOS E UM ANO CHEIO DE ESPERANÇA !!





            

quinta-feira, 15 de maio de 2014

O IMPORTANTE NÃO É FICAR, É VIVER




 


"O IMPORTANTE NÃO É FICAR, É VIVER"
 
Me identifiquei com Mário de Andrade... 
              

domingo, 4 de agosto de 2013

Um bom dia para começar dieta... qualquer dia, mas não por acaso escolhi a segunda-feira para iniciar a minha,  fui ao médico em uma sexta e já tinha um final de semana programado com a família... e não sei o por que de sempre estarmos unidos pela comida...
Bem,

comer é um dos prazeres maravilhosos da vida, por isso, estar reunido com a família ao redor de uma mesa recheada de guloseimas fica bem mais divertido...
Mas agora para o bem comum da saúde de todos, vamos nos policiar e nos  reuniremos mais em torno de uma salada colorida do que uma linda torta de chocolate. Então vamos aos 10 kilos (a menos) em um ano, meta, meta, meta... vamos ficando acostumados com os quilos a mais, as medidas longitudinais (risos), e esquecemos que muito além da estética perdemos saúde com estes espaços excedentes ocupados em nosso corpo (mais risos).
Não sou muito de moda, mas vou entrar no rítmo dos blogs para impulsionar minhas alegrias ( ou tristezas) com meu novo objetivo, chegar aos 70 kg, sem desespero (assim espero)...
Bem vindo a minha dieta... 

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012



 PELZNICKEL, Você sabe o que é ???


Em Guabiruba/SC e região, existe uma tradição  não conhecia em outros municípios do Estado, mas muito interessante e animada, nesta época de Natal, fala-se muito no  PELZNICKEL, para entender uma pouco, veja o vídeo postado hoje:
http://www.youtube.com/watch?v=p4w82q0_

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

UM TOQUE DE NATAL - 2011

Espetáculo Um Toque de Natal - 2011


      Ontem aconteceu o espetáculo Um toque de Natal, organizado pela Fundação Cultural de Brusque. Este espetáculo é a apresentação dos trabalhos realizados durante o ano de 2011.
      São cursos de Teatro, Dança, Artesanato, Música, Produção de Texto e tantos outros dentro do Projeto Arte em Toda a Parte. As atividades deste ano conteplaram aproximadamente 650 pessoas distribuidos em 27 bairros.
     Mas do que palavras, a emoção de cada participante estava estampado nos rostos, na alegria de ver que se pode quando se quer, pessoas que aprenderam a cantar, a tocar, a bordar, alunos que imaginavam não conseguir e no final percebem todo o seu potencial.





O que é cultura??
Muitos conceitos, mas cultura é tudo que envolve criar, representar, preservar.
Os elementos culturais são artes, ciências, costumes, sistemas, leis, religião, crenças, esportes, mitos, valores morais e éticos, comportamento, preferências, invenções e todas as maneiras de ser (sentir, pensar e agir).



 
 "A “indústria” da cultura é dinâmica, quanto mais se cria mais se tem, é uma diversidade muito grande em variedades de criação e evolução, isso chamamos de economia do conhecimento."







Desenho




MOSAICO






CERÂMICA





PINTURA EM TELA


Esse eu quero de presente





 Denise Dubiela - profª Desenho e Pintura em tela com
 Jean Werner - nosso faz tudo  e Didi Maçaneiro -  Superintendente da Fundação 






 Christiane, criatividade é com ela e com a Vera Lúcia Galitzki no Patchwork

Informação, leitura, cultura, lazer, isso fica conosco na Biblioteca
Aldonei e Sidnei 


Pessoal da Técnica Vocal, acompanhei a evolução durante todas as quintas-feiras de 2011. Eles cantavam lá em cima e eu acompanhava na Biblioteca


Dança


Acreditem ela não era aluna, só acompanhava a irmã nos ensaios,
 mas deu um show com 3 anos de idade.
Cultura contagia grandes e pequenos.

 Juliana  Silva  - profª de cerâmica e mosaico
recebendo homenagem das alunas



Jaqueline Silva - teatro e dança...
comemoramos o final que deu certo


TEATRO

 Rafael Zen, Erickson e Mayara L. Voltolini em comédia...
Com direção de Douglas Leoni


BALÉ 




ESCULTURA


 Ana Paula Rockenback
coordenadora dos cursos e professora de dança...
E aniversariante do dia










 Mulherada da Fundação



 Jaqueline Cachoeira -
Profªde Produção de Texto e contadora de histórias



Marlus Niebuhr - Diretor do Patrimônio Histórico (professor, escritor, historiador e fotógrafo (nas horas vagas)) e Roseli K Moreira - profª de Escultura


Mais Teatro
  Ronaldo Portoalegre, Jocelir Alflen, Marcos Fumagalli
Profº de música



Mais Dança...




Mais Teatro...




Foi tudo muito show...